Sexta-feira, 2 de Outubro de 2009

PROGRAMA DA CDU

TAIPAS, terra de encantos mil onde o presente não honra o passado, tem condições naturais fora de série para se tornar num excelente centro de cultura, laser e descanso.

Todavia, não basta ter boas condições: é preciso saber aproveitá-las!

Para tirar proveito das boas condições não chega ter belos programas eleitorais: é preciso saber quem os vai realizar e com que meios!

Há programas e programas. Alguns prometem este mundo e o outro: são irrealistas. Outros prometem o que não fizeram durante quatro anos: são mentirosos.

Há candidatos e candidatos. Uns pecam por excesso de ambição. Servem-se das Taipas, não servem as Taipas. Outros não respeitam as leis e atiram as Taipas para o abismo.

São ignorantes irresponsáveis.

A CDU concorre pelas Taipas. Pela GRANDE TAIPAS.

A GRANDE TAIPAS não se faz por quem só vê Guimarães nem por quem por actos e palavras ofende Guimarães. Constrói-se pelo diálogo e não pela insolência.

A GRANDE TAIPAS é um sonho e uma necessidade. Respeita a nossa história e responde aos imperativos da moderna administração do território.

A CDU não promete mais 4 anos de ilusões e frustrações.

Somos gente com experiência política e profissional. Gente que mostra no dia a dia saber ouvir e saber dialogar. Somos gente simples habituada a lidar com todos.

Estamos nas associações e nos clubes. Estamos enraizados na vida local. Somos ambiciosos mas temos os pés na terra. Não embarcamos em loucuras. O nosso programa pede meças.

As TAIPAS não estão condenadas a votar ou no PS ou no PSD. As TAIPAS não estão condenadas a escolher entre a fome e a peste. Nas TAIPAS a escolha certa e de confiança é na CDU: pela competência que o seu programa revela, pela qualidade e honradez da sua lista, pelo que divulgou na assembleia de freguesia e outros querem esconder.

A história prova que PS e PSD dizem uma coisa nas Taipas, defendem o contrário em Guimarães e aprovam outra em Lisboa. Um e outro trocam as TAIPAS por amor aos seus partidos.

É tempo de lhes dizer basta!

 

BASES PARA O DIÁLOGO E O RESPEITO

 

As relações institucionais e pessoais entre a Câmara e a Junta são péssimas. Se com o PS havia relações de subordinação com o PSD não há relações. Quem fica a perder é a população. É preciso cultivar e manter boas relações sãs, único caminho para obter mais investimento público.

Mas é preciso mais que relações sãs com a Câmara, seja quem for o presidente.

Muitos falam na Grande Taipas, mas poucos sabem como a construir. A CDU sabe, porque está consciente e lúcida.

A GRANDE TAIPAS assenta no diálogo com a Câmara e com as freguesias vizinhas. Um diálogo entre parceiros que se completam e se respeitam mutuamente.

Para uma gestão partilhada com as freguesias vizinhas propomos a criação de uma Associação de Freguesias, com vista a candidaturas de interesse comum e programas financeiros concertados entre todas, com a Câmara e com o Governo.

 

ACÇÕES EM PARCERIA

 

São obras fundamentais ao progresso que só podem ser realizadas em cooperação com a Câmara, Empresas Municipais e Intermunicipais e Governo. Para as realizar não basta dizer que as queremos: temos de concertar posições com quem tem dinheiro e competências que a lei confere. Protestar o contrário, como faz o PSD, é semear ilusões.

 

•  Revitalização do Parque - Alargamento e recuperação da área, dos jardins e dos equipamentos (parque de campismo, court de ténis, piscinas e ringue). Reperfilamento da Rua do Tojal. Melhorar o circuito de jogging com modernos equipamentos de ginástica

 

•  Saneamento de efluentes e recolha de lixos - Identificação e tratamento dos focos poluentes. Colocação de papeleiras e ecopontos. Campanhas de educação ambiental nas escolas. Recolha selectiva de resíduos banais. Despoluição do rio Ave e seus afluentes

 

•  Entradas da vila e centro - Reabilitação das entradas da vila, restituindo-lhes a dignidade perdida. Reformulação do Centro e Jardim Público.

 

•  Nova sede da Junta de Freguesia - Mudança dos serviços para edifício mais amplo polivalente.

 

•  Mercado velho - Reabilitação e instalação de lojas para artesãos, desempregados e artes performativas.

 

•  Ciclovias -  Defendemos a extensão da pista da variante.

 

•  Transportes Públicos de Passageiros - Faremos contactos para que a Vila seja servida pelos Transportes Urbanos de Guimarães, com viaturas confortáveis, com horários frequentes e alargados.

 

•  Plano Director Municipal - Sensibilizaremos a Câmara para resolver os clandestinos e ilegais e defendemos a discussão pública da revisão do PDM. Localização de espaço multiusos afastado da zona habitacional.

 

•  Apoio à Terceira Idade - Estimularemos a instalação de uma UAI  Unidade de Apoio a Idosos  (centros de dia, lares e apoio domiciliário).

 

•  Termas -  Apoiaremos iniciativas que visem dinamizar as termas.

 

•  Ligação Taipas-Guimarães  -  Bater-nos-emos por uma via rápida de ligação a Guimarães. Apoiaremos obras de beneficiação, alargamento e reperfilamento da EN 101 das Taipas a Guimarães, com instalação de separador central.

 

• Espaço multiusos - Promoveremos a construção de um espaço multiusos funcional, dotado de condições para espectáculos ao ar livre, exposições, feiras, concertos afastado da zona habitacional para perturbar o menos possível.

 

• Hortas Sociais - Criação de espaços destinados a desempregados e famílias com dificuldades económicas que queiram cultivar a terra.

 

• Casas Degradadas - Promover o investimento na reabilitação urbana das zonas degradadas (Banhos Velhos, Centro da Vila, etc.)

Dinamizaremos a recuperação de imóveis arrendados degradados. (RECRIA)

Dinamizaremos a reabilitação dos estabelecimentos comerciais (MODCOM)

 

ESCOLA SUPERIOR DE HOTELARIA E TURISMO

Reivindicaremos a instalação de uma Escola de Hotelaria e Turismo.

 

AMBIENTE E QUALIDADE DE VIDA
Reivindicaremos água e saneamento públicos para todos, com redução de taxas e tarifas.

 

ACÇÕES PRÓPRIAS

 

Neste rol incluímos as obras e acções que realizaremos a curto prazo, porque só dependem da vontade da Junta e do seu orçamento.

 

• Arranjo de passeios e passadeiras de peões - Prioridade às crianças, aos idosos aos portadores de deficiência física ou motora. Arranjo geral de passeios e marcação e pintura de passadeiras e sinalização sonora.

Nomeadamente em: R. Sto António, R. Bento Salgado Barreto, Rua da Taipa, Rua Prof. Manuel José Pereira, Rua Reitor Antunes Machado e Rua Senhora dos Remédios, Alameda Rosas Guimarães, Rua do Penedo à Faísca.

 

•  Arranjos de vias -  Procederemos à reparação de: Rua do Souto, Rua do Azemel, Travessa da Feira, Rua do Penedo

 

•  Iluminação Pública -  Bater-nos-emos por novos pontos de luz em: Rua da Taipa, Rua Nova dos Bombeiros. Zona da Feira.

 

•  Trânsito -  Proibiremos o trânsito de pesados pelo centro da Vila. Reformularemos o trânsito automóvel.

 

•  Estacionamento  -  O estacionamento e os parques de estacionamento serão revistos.

 

•  Apoio às associações e colectividades  -  Instalação da Comissão de Apoio ao Movimento Associativo, para definição dos critérios de distribuição de subsídios e respectivo acompanhamento.

Fomentar intercâmbio entre associações e colectividades, rentabilizando sinergias, transportes, etc.

 

SAÚDE

 
Articular e desenvolver com o Centro de Saúde/Unidades de Saúde Familiar campanhas de rastreio e vacinação, relativamente ao cancro da mama e ao cancro do colo do útero (Papa Nicolau), de entre outros, junto das escolas, e empresas;

Exigir o cumprimento do Decreto-lei 123/97 que aprova as normas técnicas relativas à eliminação das barreiras arquitectónicas e urbanísticas na via pública e nos edifícios com vista a facilitar a acessibilidade das pessoas com mobilidade reduzida;

Divulgar os apoios sociais dirigidos às pessoas portadoras de deficiência, bem como os respectivos meios de concretização.

 

CULTURA E LAZER

 

Taipas lidera uma região cujas fronteiras ultrapassam as da Vila (GRANDE TAIPAS). Pode e deve servir essa região, oferecendo eventos culturais, desportivos e recreativos.

 

•  Promoção da Cultura
 

• Defendemos a necessidade de alguns eventos culturais promovidos ou patrocinados pela Câmara serem apresentados na vila.
 

• Estímulo de eventos (música, teatro, cinema, especialmente de e para jovens).
 

• Organização de debates temáticos.
 

• Promoção de tertúlias da vila com pessoas da vila, divulgando a história local.
 

• Recuperação de antiga fábrica para instalação do Museu da Cutelaria
 

• Apoio à recuperação dos Banhos Velhos e instalação da Memória das Termas, no âmbito do Guimarães Capital Europeia da Cultura em 2012.
 

• Apoio às actividades extra curriculares das Escolas
 

• Animação dos espaços públicos.
 

• Elaboração de uma agenda de eventos Primavera-Verão.
 

• Festas de S. Pedro e da Vila.
 

• Festas tradicionais (Santo Ovídeo e Fontaínhas/Lameira)
 

• Festivais da Juventude.
 

• Feira das Actividades Económicas das Taipas.
 

• Criação da Semana da Cozinha Típica, de Verão e de Inverno.
 

• Encorajamento da praia fluvial.

 

É UM PROGRAMA AMBICIOSO MAS POSSÍVEL DE CONCRETIZAR!

 

TEMOS UM CANDIDATO COMPETENTE.

 

TEMOS UMA EQUIPA COM CAPACIDADES

DEMONSTRADAS NAS ASSOCIAÇÕES,

COLECTIVIDADES E CLUBES DA VILA.

 

TEMOS UM PROGRAMA REALISTA PARA CUMPRIR!

 

PELA VILA DAS TAIPAS

  

Vota  CAPELA DIAS!

 

Vota  CDU!

 

publicado por org. pcp-taipas às 17:47
link do post | comentar

.pesquisar

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. IX Assembleia da Org. Reg...

. Cândido Capela Dias

. José Torcato Ribeiro

. PROGRAMA DA CDU

. Intervenção na Assembleia...

. Intervenção na Assembleia...

. INTERVENÇÃO FEITA NA AMG ...

. INVESTIMENTO NAS VILAS

. FESTA DA FRATERNIDADE 200...

. MUDAR DE RUMO - intervenç...